O Que me disseram as flores - Alane Brito

Boa Tarde, amores!!!!
Fonte: Gonçalves (2016)
E que emoção, duas postagem no mesmo dia (haha). Não aguentei e vou logo mostrar o livro do desafio extra de setembro que é "lermos um livro ligado a natureza? Pode ser sobre alguma estação do ano, como a primavera, ou que tenha flores na capa...não pode ser sobre animais, é somente sobre a natureza mesmo: árvores, flores, floresta, plantas..."
Escolhi um livro nacional, o qual estou apaixonada pelo design do livro, é muito delicado <3.
Fonte: Skoob

Título: O que me disseram as flores
Autora: Alane Brito
Editora: Arwen
Ano: 2015
Nº de Páginas: 392
Classificação: 4

Sinopse: Presa a uma promessa feita por seu pai, Ângela decide desafiá-lo a aceitar que não é vontade dela se casar com alguém que conhecia apenas através de cartas. Deixando-se levar por uma mentira, William viaja até a prometida, acreditando encontrar uma moça tão apaixonada quanto ele. Entretanto, depara-se com a força da raiva de alguém com quem sonhava passar o resto de sua vida. Por conta do grande amor que aprendeu a nutrir por ela, decide, então, lutar para conquistá-la. Usando a linguagem das flores para se declarar e, cada dia, se revestindo de uma força descomunal para suportar as palavras afiadas e suas duras atitudes, ele tenta encontrar uma maneira de fazer com que o ódio, que ela tanto demonstra sentir, se transforme em algo bom, mas para isso ele mesmo precisa continuar acreditando que é possível... Um grande amor é realmente capaz de suportar tudo? Conheça a emocionante história de duas pessoas numa mesma batalha, mas que lutam por desfechos diferentes. E que vença o mais obstinado.

Resenha:

A história começa contando sobre a amizade de Santiago e Afonso, que são amigos. E quando Santiago se apaixonada e Afonso também, fazem uma promessa, que seus filhos serão prometidos um para o outro. 
Santiago é o primeiro a ter um filho homem Gerson, e logo após Afonso também, mas também é um menino chamado William, mas a esperança não acaba, e logo depois Elisa, mulher de Santiago dar a luz Ângela.
Passa-se alguns anos, e Ângela e William trocam correspondência. Mas chega um dia que Ângela se apaixona por o irmão de sua amiga Lilian, e tenta diz que para o pai que quer acabar com a promessa de casamento com William.
O pai  não aceita, e ainda continua a escrever cartas a William se passando por ela. E chega o dia que William termina seus estudos e vai para a fazenda para se aproximar de sua futura esposa, e qual não é sua surpresa ao descobrir que Ângela não quer mais o compromisso e o odeia. 
William é um rapaz amável, educado, bonito e atencioso com todos. E que busca mostrar seu melhor, e fazer as pessoas felizes.
Ângela é bonita, mas irônica e  irritada, que só quer fazer o que tem vontade, boa parte disso por ter sido tão mimada pelos pais, e que não aceita conselhos, mesmo percebendo que é verdade e apenas para ajudar.
Ângela se arma de vários artifícios para desmotivar William, o desafia a cuidar de seu jardim, e diz que só se casará com ele quando o jardim florescer.
Fonte: Gonçalves (2016)
Nesse meio tempo, William se apaixona por realizar a tarefa solicitada por Ângela, e tenta arranjar o máximo de flores diferentes, para deixar o jardim perfeito para a sua amada. William acaba por fazer amizade com Felipe e Lilian, que são irmãos e pessoas integras, que fazem o possível para que William se sinta a vontade e bem vindo na cidade. 
E mesmo com todo apoio, William tem que enfrentar as afrontas de Ângela, e ainda um pretendente nada integro, correndo atrás de sua noiva. Eles vão passar por várias provações, e tentar descobri juntos se a promessa feita pelos pais, pode ser cumprida. Se o amor realmente paciente e pode vencer mesmo com todos as turbulências?.
Fonte: Gonçalves (2016)
A história é interessante, e mostra até onde vamos por causa de nosso amor, será que vale a pena aguentar desaforos para mostrar ao outro que a amamos. E nosso amor próprio.
Os personagens são cativantes, mas a vontade que dar é de bater na Ângela e Leonardo, pelo que fazem com William, enquanto William é  aquele personagens que você espera que seja real, e que seja seu amigo ou melhor amor.
Os personagens secundários são fundamentais para o desenrolar dessa história, e faz com que o enredo seja mais completo, os diálogos são engraçados.
 A autora tem uma escrita simples, mas bem detalhada, que contribui que a leitura seja rápida.

Indico esse livro, é cativante, embora me deu vontade de bater e até matar alguns personagens. E principalmente a autora, devido o final (Hahahaha).

Beijos até logo <3.

Comentários